felipebaudouin

Minha vida na Inglaterra

Assassinos de Daniel Pelka condenados a prisão perpétua

Daniel Pelka

Mais uma vez um crime hediondo é cometido contra uma criança indefesa aqui na Inglaterra. Daniel Pelka, um menininho lindo de 4 anos de idade, foi assassinado pela mãe e pelo padrasto em março do ano passado. Os monstros foram condenados essa semana e sentenciados hoje de manhã à prisão perpétua, com recomendação do juiz que eles sirvam no mínimo 30 anos antes de serem considerados para liberdade condicional.

A vaca, Magdalena Luczak, 27,  chegou na Inglaterra em 2006 da Polônia com o pai do menino, Eryk Pelka, e os dois foram se instalar em Coventry, no norte da Inglaterra.  Mas logo depois eles se separaram pois, como toda boa vagabunda que se prese, ela tratou de arrumar um outro macho rapidinho, no caso o covarde Mariusz Krezolek, 34, também polonês, que já deve estar recebendo as boas-vindas que todo assassino ou estuprador de crianças recebe quando desembarcam no xilindró acusados de tais crimes.

O caso é horripilante e de dar calafrios. O pobre do garotinho foi espancado brutalmente durante meses pelos dois monstros, passou fome ao ponto de virar um saco de ossos (é assim que polícia descreve o estado do menino) e revirar latas de lixo na escola, dormia em um quarto do tamanho de um caixão sem aquecimento algum em um colchão finíssimo, sem cobertor nem nada, era jogado em uma banheira com água fria no meio do inverno tenebroso daqui do Reino Unido, era forçado a comer sal e a fazer exercícios físicos até ficar exausto cada vez que “se comportava mal “. Ele chegava da escola e era trancado em um espaço mínimo, da onde ele não tinha permissão para sair nem para ir ao banheiro. Fazia as suas necessidades no colchão mesmo.

Quando morreu, de traumatismo craniano, o pobrezinho tinha o peso de um bebê de 18 meses. Ele levou uma pancada na cabeça e foi jogado no quartinho-caixão e trancado por 33 horas, onde morreu sozinho agonizando de dor e de frio.

Durante o julgamento, o irmão de Daniel (não se sabe o seu nome ou a sua idade, pois esses dados não podem ser divulgados aqui na Inglaterra por se tratar de uma criança) testemunhou contra a mãe e o padrasto e revelou que fazia comida escondido para o irmão e o limpava quando os dois monstros não estavam em casa. É difícil de entender como uma mãe é capaz de fazer algo tão monstruoso contra o próprio filho, uma criança indefesa de 4 anos. Esse mundo está ficando cada vez mais louco. Descanse em paz anjinho.

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on August 2, 2013 by .
%d bloggers like this: